Dreams are renewable. No matter what our age or condition, there are still untapped possibilities within us and new beauty waiting to be born.

-Dale Turner-

inter-prete

Sonhos são renováveis. Não importa qual seja nossa idade ou condição, ainda há possibilidades de explorar a beleza dentro de nós que está esperando para nascer.

re-velar-me

Minha foto
Sou Estudante do curso de Bacharel em Teologia no STBNe - Seminário Teológico Batista do Nordeste. Soteropolitano, baianíssimo, Leonino, 23 anos, militante da causa da vida e metido a escritor!
Ocorreu um erro neste gadget
Ocorreu um erro neste gadget

sexta-feira, 8 de julho de 2011

Ed René Kivitz - TALMIDIM 166: Assassinos

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Vocação, Espiritualidade e Alteridade

vocação

“Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. (João 3.16)

Não podemos falar de vocação religiosa sem tocar em dois assuntos: Espiritualidade e Alteridade. Esse ato de sentir-se impelido, chamado, deve consistir especificamente em uma vontade de servir. A vocação é acima de tudo para uma vida de entrega para Deus e dependência Dele.

Dr Àgabo Borges, reitor do Seminário Teológico Batista do Nordeste, em seu livro Vocação e Espiritualidade no Antigo Testamento vai nos dizer que: “no que diz respeito ao Espírito de Deus no homem, está ligada a experiência de respirar, é o que dá vida à vida. É o poder dinâmico da vida”. Então Espiritualidade seria estar envolvido com o mais profundo da vida, ou seja, o próprio criador.

Se pensarmos na experiência de Jesus vamos perceber claramente uma preocupação em salvar o mundo. Salvar o mundo significa se preocupar com tudo que está nele. É este amor divino que se torna humano para nos ensinar alteridade. Alteridade é a preocupação com o próximo. I João 3.16 nos ensina:

“Conhecemos o amor nisto: que ele deu a sua vida por nós, e nós devemos dar a vida pelos irmãos”.

Isso é alteridade. Todos nós somos vocacionados a amar o próximo, todos somos chamados a uma vida em espiritualidade. Todos temos em nós este Espírito de vida, para dar de graça como recebemos a todos os necessitados e através dele sermos agentes transformadores, que transformam a sociedade religando o homem à Deus.

Sem. Kalleu Natividade – SIB Candeias

______________________________________________________

Texto escrito para o boletim deste domingo da SIB Feira de Santana – Saiu grande demais e muito acadêmico, acho que não vão usar… rsrsrs

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Des-formar – Tirar da Forma

“E viu Deus tudo quanto tinha feito, e eis que era muito bom…”

(Gênesis 1. 31)

dignidade_ant1

 

            “DES” indica separação, transformação, intensidade, ação contrária, negação, privação. Estive pensando sobre a “FORMA”, nós somos feitura de Deus recebemos na criação a forma do humano, nos foi dito para ser humano e viu Deus que era bom.

 

          A forma “BOM” que Deus deu a sua criatura não indica que ao homem foi dada a qualidade de bom, mas de suficiente. Não é necessário ao homem nada além do que Deus dá. Qualquer outra coisa des-forma, tira da forma. Há homens que querem colocar a sua forma no outro, de-forma o ser humano criado por Deus que se entende em liberdade.

          Há homens que por rebeldia, ou por não saber lidar com sua liberdade, a-forma a proposta do ser humano, ou segue deformando-se e ao outro. Usam do legalismo para impor o in-forma-vel. Mas se há asas sempre terá a forma de voar.

          Há homens que querem abolir a forma, anti-forma. Entendam! O problema matriz não é a forma, pois a forma inicial garante liberdade, garante mispat (direitos, aquilo que é legal), tsdaká (justiça, aquilo que equilibra), garante o shalom, a paz, a dignidade do ser. O que diverge destes princípios que deixa a vida e o homem sem-forma.

bebado-banco

Postado dia 02.09.10 em http://kalylclive.blogspot.com/

A-prender – Não Prender

 

Então disse o Senhor Deus: O homem agora Se Tornou como um de Nós, conhecendo o bem e o mal… (Gênesis 3. 22)

           Já observou a formação da palavra aprender? Alguma vez você já observou como se forma uma palavra? Já pensou nisso? Gosto de brincar com palavras, sou metido a poeteiro, fazedor de poema. O que mais gostei de aprender na escola foi a tal da licença poética. Liberdade! Não me prender a regras, a-prender, não prender, sentidos, me divertir com as palavras.

            Por isso perguntei se você já observou a construção da palavra aprender, fiquei me perguntando por que tem um “A” na frente de “PRENDER”, dado que “A” é prefixo de negação. Acredito que aprender é saber ensinar. Aprender é reproduzir sentido. Dar base para formação do outro. Dependência recíproca!

            Já disseram que o homem é um animal social, criado para viver em bando. O marginal, o que anda pelas margens, não é feitura de Deus é opressão do outro homem, pecado da omissão, pois até aquilo que Deus nos deu para diferenciar dos outros animais, a capacidade de aprender, já nos indica não egoísmo e sim solidariedade!

Postado dia 01.09.10 em http://kalylclive.blogspot.com/

Te Convido à Brincadeira… ^^

Não sei quantos de vocês já viram meu blog Kalyl & Javé. http://kalylclive.blogspot.com. Gostaria de tranquilizá-los e informá-los que a proposta aqui é diferente. Neste blog colocarei textos selecionados e que de alguma forma possam vir a ter alguma validade social, sendo que no outro blog eram divagações minhas para mim. Este sobresai de mim para você e espero que as idéias germinem e cresçam no teu jardim de idéias. Não penso em inserção, mas em diálogo. Vem brincar/teologar comigo?

          Tenho um amigo que foi aluno de Miguel Almir Lima de Araújo professor na UEFS – Universidade Estadual de Feira de Santana - e na UNEB – Universidade do Estado da Bahia – Me divertia todas as vezes que Alê falava dos novos caminhos de aprendência, e das brincadeiras das palavras conosco – “nos flechando no âmago semântico”. “Mas Miguel é um privilegiado porque ele consegue” brincar com as palavras e transmitir seu sentimento no sentido. Espero seguir estes passos e que você me acompanhe sem se perder mesmo desviando.

palavras